Quaternaglia

Chrystian Dozza, violão
Fabio Ramazzina, violão
Thiago Abdalla, violão
Sidney Molina, violão

Local: Igreja Episcopal Aglicana do Brasil

Tem sido aclamado como um dos mais importantes quartetos de violões da atualidade, tanto pelo alto nível de seu trabalho camerístico como por sua importante contribuição para a ampliação do repertório.
Em 25 anos de atuação, o grupo vem estabelecendo um cânone de obras originais e arranjos audaciosos, o que inclui a colaboração com compositores como Leo Brouwer, Almeida Prado, Egberto Gismonti, Sergio Molina e Paulo Bellinati.
O quarteto já se apresentou nos EUA, Portugal, Espanha, Austrália, Cuba, Uruguai e Argentina, e em diversos estados brasileiros, além de ministrar Master Classes e palestras a convite de instituições como Universidade Yale, Jacobs School of Music (Universidade de Indiana em Bloomington) e Conservatório de Coimbra.
Quaternaglia é reconhecido pela excelência de suas interpretações de Villa-Lobos e Leo Brouwer, bem como por performances especiais de renascença e música espanhola.
Os músicos do Quaternaglia utilizam três violões de seis cordas e um violão de sete cordas especialmente construídos pelo luthier brasileiro Sérgio Abreu.